Alfa Romeo será relançada com investimento de 5.000 milhões da Fiat (com vídeo)

0

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) vai avançar para um investimento de cinco mil milhões de euros com o objetivo de relançar a marca Alfa Romeo. O valor será repartido pelos próximos três anos. O modelo Giulia, apresentado na passada quarta-feira, é o primeiro marco desta espécie de mega-ação de “rebranding”.

O anúncio foi feito por Sérgio Marchionne, CEO da FCA, durante a revelação mundial da nova berlina topo de gama Alfa Romeo Giulia, numa cerimónia que decorreu no museu da marca em Arese, Itália.

Segundo Marchionne, a Giulia é apenas o começo de um agressivo plano de desenvolvimento de novos produtos Alfa Romeo, que inclui o lançamento de sete novos modelos até 2018, entre os quais o seu primeiro utilitário-desportivo (SUV). “O objetivo – disse – é alcançar nesse mesmo ano vendas à escala global da ordem das 400 mil unidades, o que representa cerca de cinco vezes e meia mais que em 2013 e seis vezes mais que em 2014, quando as vendas anuais estavam abaixo das 68 mil unidades”.

“Para qualquer outra marca, uma meta de crescimento similar seria impossível de conseguir ou justificar, mesmo para os mais otimistas. No entanto, esta meta reflete completamente a força de uma marca como a Alfa Romeo”, frisou o CEO da FCA.

Sobre a oportunidade do relançamento da marca, Marchionne afirmou que a anterior Fiat não estava equipada para implementar a estratégia que agora o grupo está a seguir. “Faltavam-nos os necessários recursos financeiros, as capacidades técnicas e uma rede de distribuição global. Três requisitos básicos e concretos que só foram conseguidos após a concretização da compra da americana Chrysler”.

“Somos atualmente o sétimo maior fabricante mundial de automóveis, com acesso aos mais avançados conhecimentos tecnológicos construídos ao longo de mais de um século de experiência e com uma verdadeira capacidade de distribuição global”, frisou Marchionne.

O primeiro modelo da gama Giulia da Alfa Romeo é uma berlina de quatro portas que ostenta o lendário símbolo ‘Quadrifoglio’. Está equipada com um motor de seis cilindros a gasolina biturbo com 510 cavalos de potência e acelera em 3,9 segundos dos zero aos 100km/h. O baixo peso e a sua distribuição 50/50 prometem desempenhos-referência no segmento das berlinas desportivas de categoria premium, onde para já figura como principal concorrente o Mercedes C63 AMG S.

A chegada do novo Giulia aos mercados europeus só deverá acontecer no próximo ano.

Negócios em Arese, a convite da FCA


Por: Adriano Oliveira | Fonte: Jornal de Negócios | Fonte (imagem): FCA | Fonte (vídeo): AutoExpress

Reforce a segurança do seu carro novo – torne-o localizável.

Share.
Saiba mais sobre:   Novidades

Comments are closed.