Seguros de viagem e outros – o que fazer e o que evitar

0

Os seguros – sobretudo os de viagem – atingem por esta altura do ano picos de popularidade, já que este é o momento escolhido por uma boa fatia da população para gozar férias. No entanto é preciso estar atento às ofertas das diferentes seguradoras, às coberturas contempladas e reler ou rever sempre os seguros de cuja proteção também se beneficia (como por exemplo os seguros automóveis), pois podem esconder benefícios que se desconhecia. Aqui ficam alguns conselhos para melhor gerir e escolher os seus seguros.

Avalie muito bem as suas necessidades

Antes de contratar um seguro deve avaliar muito bem as suas necessidades. Um dos principais erros na contratação de seguros é não fazer o chamado trabalho de casa. Não se esqueça de antes
de subscrever um produto analisar coberturas, exclusões, franquias, períodos de carência, limites de capital, etc. Caso contrário arrisca-se a contratar um seguro que não é o mais indicado para o seu caso. Deve verificar bem a oferta existente no mercado e a partir daí é só comparar as diferentes propostas para ver qual é mais vantajosa.

Evite a duplicação de seguros

Nem todos os consumidores conhecem bem as coberturas dos seguros. É frequente existirem duas apólices que cobrem o mesmo risco. Não julgue que é uma situação vantajosa. A explicação é simples: as indemnizações não são cumulativas e, ao evitar essa situação, os encargos poderiam ser mais baixos.
Por exemplo, a cobertura de assistência em viagem já existe no seguro automóvel e é possível activá-la mesmo que a pessoa não esteja a viajar de carro, logo dispensa o seguro de viagem.

Contrate apenas o essencial

Muitas vezes as seguradoras tentam vender coberturas que não trazem vantagem ao cliente e só encarecem o prémio final. Por isso, se vai contratar um seguro é importante definir exactamente as coberturas e o capital, caso contrário pode estar a gastar dinheiro desnecessariamente. Este factor pode fazer toda a diferença tendo em conta que o orçamento familiar da maioria dos portugueses está cada vez mais asfixiado e conseguir poupar alguns trocos permite ter um final
de mês mais desafogado.

Aproveite sempre as promoções

Se é sócio de um clube ou associação, procure saber se têm parcerias com seguradoras. Aproveite para conseguir preços mais competitivos. Além disso, existem campanhas de descontos nos seguros: tente aproveitá-las ao máximo. Não se esqueça de fazer uma ronda pelas companhias seguradoras low cost. Por norma, apresentam preços mais competitivos, já que recorrem apenas à internet e ao telefone. Outro truque para poupar algum dinheiro no seguro passa por pagá-lo na íntegra de uma só vez.

Saiba se compensa comprar em pacote

Contratar mais de um seguro na mesma seguradora poderá trazer-lhe alguns descontos. Há casos em que a redução pode atingir os 20%. Mas nem sempre isso acontece. Contratar em diferentes companhias pode ser mais compensador porque uma seguradora pode ter preços mais competitivos para um certo seguro mas cobrar mais do que a concorrência noutro.
Procurar um mediador ou corretor de seguros pode fazer a diferença. Além disso, como os mediadores representam várias seguradoras, o leque de alternativas também é maior.

Faça declarações com exactidão

Revelar o máximo de informação possível e não fazer declarações falsas na altura da assinatura do contrato pode evitar surpresas desagradáveis e ao mesmo tempo pode contribuir para poupanças futuras. A verdade é que esta regra é mais importante para uns seguros que para outros. É o caso, por exemplo, dos seguros de saúde e dos multirriscos, uma vez que nestas situações as seguradores investigam quase à lupa o historial do segurado. Não é tão relevante nos seguros de viagem.

Por: Sónia Peres Pinto | Fonte: Jornal i

Proteja o seu carro contra o carjacking.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Comments are closed.